App coleta dados de unidades não telemedidas

A CAS Tecnologia — provedora de soluções para os segmentos de energia, água e gás desenvolveu o aplicativo MOBii – Mobilidade Inteligente e Integrada, que permite a coleta de dados de leitura, parametrização e carga de programa de medidores de energia elétrica não telemedidos ou para situações de contingência (eventuais falhas de comunicação). O aplicativo pode ser instalado com smartphones e tablets que operem com sistema Android e que tenham comunicação Bluetooth.

De acordo com Odair Marcondes, diretor de Serviços da CAS Tecnologia, o diferencial da solução e prover segurança no acesso aos medidores durante as leituras, que só podem ser realizadas a partir da emissão de uma Ordem de Serviço pelo backoffice, durante período (dia e horário) determinado pelo administrador do sistema.

O aplicativo só pode ser baixado e utilizado mediante cadastro prévio e liberação de acesso para habilitar a realização de leituras de medidores c os recebimentos de Ordens de Serviços.

Em regiões desprovidas de telemetria, o leiturista colhe os dados dos medidores e os transmite para a concessionária ou, em casos de ausência de sinal de comunicação, a transmissão é feita assim que o dispositivo encontrar uma conexão 3G, 4G ou Wi-Fi.

O aplicativo MOBii foi desenvolvido para leitura de dados de medidores de energia elétrica não telemedidos.

Caso não seja possível executar uma Ordem de Serviço, o leiturista deve tirar uma foto do local e registrar o motivo do impedimento. A foto (com dados de localização) é arquivada com a Ordem de Serviço, que é sincronizada com gerenciador MOBii Web.

Os dados coletados são enviados para a Plataforma Hemera, também desenvolvida pela CAS Tecnologia. A plataforma reúne os dados coletados e identifica as unidades que são (ou não) telemedidas. As informações das unidades não telemedidas são enviadas para o MOfiii Web. Marcondes esclarece que a CAS Tecnologia,

“além de vender e implantar a solução, também oferece treinamentos, mas não executa os serviços de campo”.

Segundo a CAS, 20 das 26 maiores distribuidoras de energia do Pais utilizam a Plataforma Hemera que atualmente gerencia mais de dois milhões de medidores. Além disso, a companhia informa que 50% da energia do Brasil passa por suas soluções, incluindo medições de fronteira e de consumidores livres.

Sobre o mercado livre, a empresa informa que, mesmo que a quantidade de clientes seja menor (comparado á quantidade de clientes cativos), o volume de energia trafegada e muito significativo.

“Os mercados livre e de fronteira exigem o cumprimento de normas regulatórias específicas, como o uso de dois medidores (principal e retaguarda), o envio de arquivos com dados diários de leitura para a CCEE – Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, além de um canal de comunicação exclusivo de auditoria também para a CCEE”. diz Odair Marcondes.

No ano de 2015, o faturamento da empresa esteve na ordem de R$ 55 milhões. sem crescimento ou retração cm relação a 2014. Em 2016 o faturamento aumentou cerca de 10%, na faixa de R$ 60 milhões. Os dados oficiais referentes ao exercício 2016 ainda estão em auditoria.